Ainda vale a pena utilizar o relógio de ponto cartográfico?

Embora as leis trabalhistas exijam que empresas com mais de 20 funcionários façam a marcação de ponto eletrônico, é essencial que toda e qualquer companhia realize os registros, para garantir mais eficiência na gestão das jornadas de trabalho.

No mercado, existem duas opções de relógios marcadores: o eletrônico (biométrico) e o mecânico (cartográfico).

Os relógios de ponto eletrônico e manual passaram a fazer parte da divisão REP-C (Registrador Eletrônico de Ponto Convencional), que em geral, são os aparelhos mais utilizados nas organizações.

Outras opções surgiram nos últimos anos. O ponto online tem ganhado cada vez mais espaço no mercado, devido à sua maior segurança e eficiência. Com todas essas novas tecnologias disponíveis, um questionamento pode surgir entre os gestores de RH: será que vale a pena investir em um relógio de ponto cartográfico?

Por isso, no artigo de hoje, iremos falar sobre o marcador manual, suas principais características, e se o seu uso continua sendo recomendado nas empresas.

Funcionamento

O relógio de ponto cartográfico, por muitos anos, foi o mais utilizado nas organizações. Ele é um modelo simples, que é pré-configurado, e permite ao colaborador realizar o registro dos horários e saídas em um cartão individual. 

Esta cartolina é dividida por quinzenas. Quando colocadas no aparelho, recebem a impressão exata da hora trabalhada pelo colaborador. 

Como citado anteriormente, o ponto manual foi, durante muito tempo, a única opção disponível para o controle das jornadas de trabalho. Contudo, conforme novas opções mais tecnológicas foram surgindo, o relógio de ponto cartográfico acabou caindo um pouco em desuso.

Vantagens

O relógio de ponto cartográfico é a forma mais simples de registrar a marcação dos colaboradores pela sua praticidade, pois não precisa de muito aprendizado para utilizá-lo.

Essa sua particularidade faz com que ele seja uma excelente opção para ser implantado em residências que tenham empregados domésticos como faxineiros, jardineiros ou cozinheiros, que podem fazer as marcações das jornadas de trabalho de forma muito simples.

Essa facilidade torna o processo mais econômico, e garante que os salários sejam pagos corretamente aos colaboradores, evitando o surgimento de possíveis processos trabalhistas.

Outro benefício do uso do relógio de ponto cartográfico é devido aos seus custos, que são menores, se comparados a outros modelos do mercado. É uma boa solução para empresas que desejem reduzir gastos.

Desvantagens

Porém, o relógio de ponto cartográfico possui algumas características que podem ser mais “críticas”. A principal delas é a lentidão para contabilizar as informações geradas, devido ao fato de ele ser todo manual. O cálculo realizado pelo departamento de RH também é feito da mesma forma.

Essa demora no lançamento das jornadas de trabalho, inevitavelmente, trará problemas na hora de fechar a folha de pagamento, porque os gestores terão que recolher todos os cartões dos colaboradores, fazer o cálculo das horas e só após, lançar os dados em uma planilha. Caso o colaborador tenha feito horas extras, será mais uma dor de cabeça para os gestores.

Essa fragilidade do sistema dá brecha para possíveis fraudes, pois o relógio de ponto cartográfico não identifica o colaborador. Com isso, qualquer pessoa pode realizar a marcação no cartão, de forma falsa. Isso pode ser um grande problema futuramente, passível até mesmo de processos trabalhistas, caso uma das partes se sinta lesada.

Conclusão

Conclui-se que, apesar de ser um aparelho com menos recursos que os demais, o relógio de ponto cartográfico ainda é uma boa opção para os gestores de RH realizarem as marcações das jornadas de trabalho.

Embora seja de fácil utilização, seu uso demanda mais tempo e organização na hora do fechamento da folha dos colaboradores. 

Antes de decidir ou não pela escolha do relógio de ponto cartográfico, é de extrema importância que os gestores conheçam as necessidades e demandas da empresa. Por isso, a escolha por profissionais capacitados é imprescindível para você tomar a decisão correta, e garantir tranquilidade na gestão do seu negócio.

A Tecnoponto é a maior e mais tradicional empresa especializada em soluções para controle de ponto e relógios cartográficos de Curitiba. O marcador Vega Henry tem um amplo display e um design mais compacto e arrojado.

Para saber mais sobre o produto, entre em contato conosco e solicite um orçamento! Encontre a solução ideal para o seu negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *