5 Problemas Gerados por Faltas e Atrasos sem Justificativa

Faltas e atrasos dentro do ambiente de trabalho, principalmente não justificados, são um dos principais problemas que o RH precisa lidar com frequência (em alguns casos, diariamente) nas empresas. 

As faltas e atrasos dos colaboradores trazem impactos extremamente negativos para a organização. Desde uma sobrecarga da equipe, como a diminuição da produtividade e entregas de tarefas atrasadas.

Em alguns casos, os atrasos e faltas podem render não apenas advertências e descontos de salários, como também demissões por justa causa. Confira 5 problemas que podem ser gerados pelas faltas e atrasos constantes! 

Veja mais: Atrasos no trabalho como o RH pode impedir esse hábito

1- Advertência escrita

Se as faltas e atrasos do colaborador já ultrapassaram dois ou três dias, a advertência deve ser escrita. Nesse caso, a oficialização vem com a assinatura do colaborador e também de duas testemunhas. E mesmo que o colaborador não queira assinar, elas servem como prova dessas ausências.

2- Advertências Trabalhistas

Uma outra medida que o empregador pode tomar é aplicar advertências e suspensões para os colaboradores que faltam sem apresentar nenhuma justificativa, além dos descontos feitos na folha de pagamento no final do mês. 

Na primeira falta, o empregador pode aplicar uma advertência verbal ao funcionário, caso o problema se repita mais vezes, a empresa pode aplicar advertência por escrito, como foi citado anteriormente. Na legislação não consta um número exato de advertências que o empregador pode aplicar, orienta-se que sejam aplicadas pelo menos 3 advertências por escrito, e caso continuem ocorrendo as faltas o empregador aplique a suspensão.

3- Suspensão

A suspensão pode ser de 1 até 30 dias, e o colaborador não receberá remuneração pelo tempo em que ficar afastado de suas atividades. Por isso, é fundamental que a empresa tenha uma boa relação com o colaborador, e converse sobre as faltas constantes para que não seja necessário chegar até o ponto da suspensão. 

É importante entender o que está acontecendo e quais são os motivos das faltas e atrasos. Desta forma, pode ser que a empresa encontre alguma maneira de contornar a situação e resolver o problema com essas faltas e atrasos. 

4- Desconto de salário

Caso as advertências não consigam resolver o problema, e continuem por mais dias, pode-se repetir a advertência verbal e escrita. Havendo também descontos de salário e o profissional é avisado de que pode ser suspenso caso não respeite as regras. 

5- Demissão por justa causa por faltas e atrasos

Após tentar de todas as formas com o colaborador e não obter resultado, referente às faltas e atrasos, a empresa pode fazer a demissão por justa causa. Fica claro que mesmo após sofrer punições, o colaborador está desempenhando suas funções de maneira negligente, deixando claro a falta de interesse em trabalhar na organização.

Veja mais: Tudo o que Você Precisa Saber Sobre Controle de Ponto
Conseguiu entender a gravidade das consequências geradas por faltas e atrasos? Além disso, isso acaba gerando uma grande dor de cabeça para o setor de RH. Evite prejuízos desnecessários! Acesse nosso site e confira as melhores soluções para controlar a jornada dos seus colaboradores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *