Demissão Humanizada: o que é e os benefícios de realizá-la

A jornada de trabalho é composta por várias fases diferentes e desafiadoras. Algumas questões são mais difíceis de serem resolvidas do que outras. Entre elas, pode-se destacar o processo de desligamento de um colaborador. Neste contexto, empresas começaram a adotar a chamada demissão humanizada.

Este processo é conduzido pelo setor de RH, e vem se tornando cada vez uma tendência na realidade corporativa. Esse conceito vai além dos direitos previstos nas leis trabalhistas, e é importante para incentivar o funcionário a dar continuidade em sua trajetória profissional.

Porém, alguns gestores de RH e líderes empresariais talvez não conheçam sobre esse conceito, e também não saibam como colocá-lo em prática na empresa. Por isso, em nosso artigo de hoje, falaremos tudo sobre a demissão humanizada e os benefícios que você terá ao realizá-la. Continue a leitura.

Leia também: https://tecnoponto.com/blog/2021/08/20/conheca-os-motivos-que-podem-levar-a-tao-temida-demissao-por-justa-causa/ 

O que é?

Primeiramente, vamos explicar o que significa realmente a demissão humanizada. Como citamos no início deste artigo, ela é um processo que tem como objetivo, fazer com que o desligamento de um funcionário ocorra de uma forma mais empática, e que não traga muitos prejuízos emocionais.

Este termo surgiu nos Estados Unidos, por volta da década de 60. Na ocasião, o setor aeroespacial passou por uma crise, e ocorreram uma série de demissões em massa com profissionais da ciência e engenharia.

Aqui no Brasil, o conceito de demissão humanizada surgiu depois, na década de 80. Mas, foi no século XXI que essa ideia começou a realmente ganhar força. 

Ela funciona como um desligamento justificado e explicado de forma cuidadosa e respeitosa, sempre prezando pela consideração e respeito pelo colaborador e pelos serviços prestados por ele na companhia.

Leia também: https://tecnoponto.com/blog/2021/03/23/metodologia-squad-o-que-e-e-quais-os-beneficios-para-o-rh/ 

Como realizá-la?

O desligamento de um funcionário é uma etapa muito difícil dentro de uma instituição, pois envolve muitos gatilhos emocionais, tanto por parte dos gestores quanto do colaborador que será demitido.

Apesar de ser um processo natural dentro de uma empresa, pois faz parte da rotina do mercado de trabalho, é muito importante saber como realizar a saída do profissional. É neste ponto que entra o conceito de demissão humanizada.

Vale ressaltar, que para o desligamento respeitoso ser realizado na empresa, ele deve ser muito bem planejado e executado simples, e que faça o colaborador entender os reais motivos da sua saída da instituição.

A partir do momento que a decisão pelo desligamento do funcionário for tomada, os profissionais do setor de RH devem simplificar a burocracia. Isso significa que é preciso reunir os documentos necessários para o processo, além de ter uma tabela com os valores do acerto financeiro, que serão pagos ao profissional.

A abordagem também é outro ponto que merece atenção. O anúncio do desligamento deve ser feito pessoalmente. Muitos gestores empresariais preferem fazer o comunicado por telefone ou mensagem, o que vai totalmente contra a premissa da demissão humanizada.

Esse respeito com o profissional é um dever do gestor empresarial. Por isso, você deve tratar o colaborador de forma educada, da mesma maneira que gostaria de ser tratado.

A demissão já é um processo delicado emocionalmente para o profissional, por isso, ser empático neste momento é uma necessidade. Tome cuidado com as palavras utilizadas e tente responder todas as dúvidas do funcionário, para que ele realmente entenda o porquê de estar sendo desligado.

Esse reconhecimento é uma parte muito importante neste processo. Por isso, exalte os pontos positivos do colaborador e também valorize tudo o que ele entregou de positivo para a empresa no período que prestou seus serviços à ela.

Por fim, você também pode oferecer ajuda para ele se recolocar profissionalmente. Neste caso, uma carta de recomendação pode ser uma boa opção. 

Leia também: https://tecnoponto.com/blog/2021/06/15/qual-o-papel-do-rh-na-gestao-de-pessoas/ 

Benefícios da demissão humanizada

Como você percebeu ao longo da leitura, o processo de desligamento de um colaborador é uma tarefa complicada, e que causa impactos diretos na realidade da empresa. 


Porém, mesmo nesta etapa difícil, ainda sim é possível extrair coisas boas, e que servirão para melhorar os processos futuros da empresa!

Ao realizar a demissão humanizada, você estará reforçando a sua cultura organizacional, mostrando aos colaboradores que continuam na empresa que ela é um local respeitoso e que se preocupa com o lado humanitário das pessoas. 

Mas, não só isso! Você também estará mostrando ao mercado de trabalho que a sua instituição é um ótimo local para se trabalhar. Isto será importante para atrair novos profissionais e reter talentos.

Existem outros benefícios da demissão humanizada, entre eles:

  • Fortalecimento da marca;
  • Responsabilidade social;
  • Melhoria no ambiente de trabalho;
  • Reforço dos valores da empresa;
  • Colaboradores mais confiantes;
  • Mais confiança na instituição;
  • Diminuição no risco de processos trabalhistas.

Leia também: https://tecnoponto.com/blog/2019/09/08/fuja-dos-processos-trabalhistas/ 

Conclusão

Ao longo deste texto, você conseguiu compreender um pouco mais sobre a demissão humanizada, e os benefícios que ela pode trazer. 

Muito se fala sobre garantir o bem-estar dos colaboradores e implantar uma cultura organizacional na empresa. Mesmo neste momento difícil do desligamento do funcionário, é possível extrair uma boa experiência, que será importante tanto para a empresa quanto para o funcionário que foi demitido.

Você não pode colocar a demissão humanizada em prática de uma hora para outra. Ela também é uma decisão estratégica, e como tal, precisa ser bem elaborada antes de ser executada. Acima de tudo, você precisa ter respeito com o profissional desligado neste momento, para que ele entenda os verdadeiros motivos de sua saída, e não se frustre mentalmente.

O desligamento humanizado traz uma série de benefícios para a empresa, como o aperfeiçoamento da cultura organizacional, valorização da marca e dos seus valores. 

Atrair e reter talentos e diminuir as taxas de absenteísmo são algumas dificuldades vividas pelo departamento de RH. Ao realizar este procedimento, você estará reforçando a credibilidade da sua organização perante o mercado de trabalho.

Você pode contar com a ajuda da Tecnoponto para otimizar a sua rotina de RH e agilizar os processos em sua empresa.

Para conhecer mais sobre nossas soluções, entre em contato com um de nossos especialistas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *